A dos días del congreso del partido, Raúl Castro "truena" nada menos que al ministro de las Fuerzas

El Consejo de Estado cubano nombró este jueves como nuevo ministro de ...

Guillermo Lasso aseguró que en su primer día como presidente de Ecuador reducirá los impuestos

Tras imponerse en la segunda vuelta de las elecciones el pasado domingo, ...

La Academia Nacional de Medicina de Venezuela reiteró que Cuba no tiene “verdaderas vacunas” contra

La Academia Nacional de Medicina de Venezuela reiteró este miércoles su alerta ...

Joe Biden anunció la retirada de las tropas estadounidenses de Afganistán: “Es hora de acabar con la

El presidente de los Estados Unidos, Joe Biden, anunció este miércoles la ...

Partidos indicam os 11 senadores titulares da CPI da Pandemia contra Bolsonaro

No Senado, os partidos já apresentaram nomes dos integrantes da CPI da ...

Em primeira conversa por telefone, Joe Biden e Xi Jinping falam sobre pandemia, economia e Hong Kong PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Viernes, 12 de Febrero de 2021 01:33

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, falou pela primeira vez por telefone, nesta quarta-feira (10), com o presidente chinês, Xi Jinping, informou a Casa Branca.

Os presidentes Joe Biden e Xi Jinping — Foto: Evan Vucci / AP Photo e Reprodução/ United Nations/ You Tube

Na chamada, Biden, que assumiu o comando dos EUA em 20 de janeiro, expressou "profundas preocupações" sobre o que chamou de práticas econômicas "injustas e coercitivas" de Pequim, sobre a repressão chinesa em Hong Kong e sobre "violações dos direitos humanos em Xinjiang", região onde vive a minoria muçulmana uigur.

 

 

Os dois líderes também conversaram, de acordo com comunicado da Casa Branca, sobre a pandemia da Covid-19 e os "desafios comuns" colocados pelas questões de saúde e mudanças climáticas.

Mais tarde, o americano detalhou que falaram por duas horas . "Se não nos movermos, eles vão comer nosso almoço", brincou Biden com repórteres.

Uigures

De acordo com especialistas, mais de um milhão de uigures estão sendo mantidos em campos de reeducação política em Xinjiang.

Pequim rejeita o termo "campos" e garante que são centros de "treinamento vocacional", projetados para fornecer emprego para a população e manter o extremismo religioso sob controle.

Tensão

Biden manifesta preocupação com práticas econômicas da China

Biden manifesta preocupação com práticas econômicas da China

Há muita expectativa sobre a posição do novo presidente americano em relação à China, devido aos múltiplos pontos de tensão que existem na relação entre as duas maiores potências mundiais.

E, embora Biden tenha mostrado claramente sua disposição de se distanciar da política externa de Donald Trump, a China é uma das poucas questões nas quais ele poderia promover alguma continuidade em relação a seu antecessor.

Biden também comunicou a Xi que sua prioridade é "proteger a segurança, prosperidade, saúde e estilo de vida do povo americano", bem como "preservar a liberdade e a abertura" da região marítima do Indo-Pacífico.

Relação

A relação entre Washington e Pequim se deteriorou dramaticamente durante a presidência de Trump, que deu início a uma guerra comercial com a China com a imposição mútua de tarifas e sanções contra as principais empresas chinesas.

Além disso, Trump culpava a China pela disseminação do coronavírus, que ele costumava chamar de "vírus chinês".

O conflito em Hong Kong e a intromissão dos EUA também foram uma fonte de tensão entre Washington e Pequim durante o governo anterior.

'Sem osso democrático'

Em entrevista transmitida no domingo (7) pela emissora CBS, Biden alertou que a rivalidade entre China e EUA se transformará em "competição extrema", ao mesmo tempo em que disse que quer evitar um "conflito" entre os dois países.

Questionado sobre o presidente chinês, Biden disse: "Ele não tem, e não quero dizer isso como uma crítica, mas é uma realidade, um único osso democrático em seu corpo."

'Questões internas'

O presidente chinês, Xi Jinping, disse ao americano que "um confronto entre a China e os EUA será uma catástrofe para os dois países e para o mundo".

O presidente chinês indicou que "as questões que dizem respeito a Taiwan, Hong Kong e (região noroeste da China de) Xinjiang são questões internas relacionadas com a soberania e integridade territorial da China".

"Os EUA devem respeitar os interesses centrais da China", disse Xi, segundo o jornal estatal Global Times, "e tratar essas questões com sabedoria".

O líder chinês também pediu o restabelecimento dos mecanismos de diálogo entre os dois países "para entender adequadamente as intenções das políticas de cada um e evitar mal-entendidos e erros de cálculo", segundo a agência de notícias estatal Xinhua.

Essas trocas devem ocorrer, destacou Xi, também nos níveis econômico, financeiro e policial, bem como entre os dois exércitos.

 

G1 GLOBO

Última actualización el Lunes, 15 de Febrero de 2021 01:47
 

Add comment


Security code
Refresh

Disparados los precios de los alimentos

Indicado en la materia

Por FERNANDO LAVIGNE.- Los precios de los alimentos mantienen su tendencia al alza en Cuba, alcanzando ya en algunos casos un valor cuatro o cinco veces mayor que el que tenían antes del ll...

EE UU debe ayudar a los cubanos como lo

Indicado en la materia

Por MARIO FÉLIX LLEONART BARROSO.- Por los días que se viven en Cuba desde el 1 de enero de 2021, con la puesta en práctica de la denominada "política del Reordenamiento", no...

¿Servirá de algo que Raúl Castro no siga

Indicado en la materia

Por ROBERTO ÁLVAREZ QUIÑONES.- El VIII Congreso del Partido Comunista de Cuba, a celebrarse del 16 al 19 de abril, será muy importante según muchos analistas porque Raúl Castro dejará su cargo de pr...

¿Por qué hay que solidarizarse con la Un

Indicado en la materia

Por LIEN CARRAZANA.- Este 1 de abril José Daniel Ferrer García y más de 40 miembros de la Unión Patriótica de Cuba (UNPACU) cumplen 13 días en huelga de hambre. La policía política recrudece el ce...

Los Golpes de Estado: de Napoleón Bonapa

Indicado en la materia

Por Santiago Cárdenas.-  Fue Malaparte. Curzio. El escritor europeo más influyente y conocido durante la II Guerra Mundial y en los años de sus terribles secuelas, quien en su libro epónimo, ”L...

PATRIA Y VIDA: ¿De dónde son los cantant

Indicado en la materia

Por Jorge Hernández Fonseca.-  ¿Raúl tú quieres saber, de dónde son los cantantes? Son de la Habana y cantan en Miami… Tararea todo cubano, de la isla o el exilio, después ...

Los comunistas no tienen competencia par

Indicado en la materia

Por Jorge Hernández Fonseca.-  Hay un debate estéril (por inútil) en Cuba, queriendo incorporar herramientas del capitalismo para paliar la hambruna que se avecina, después de un largo período de 62 añ...