Washington somete a revisión un programa Wi-Fi para hacer masiva la internet en Cuba

Un programa del gobierno de Estados Unidos para generar un novedoso ...

El Tribunal Superior de Bogotá le ordenó a Santos restituir a Petro

Según el fallo, el Presidente tiene 48 horas para hacer efectiva la ...

Nicolás Maduro postergó el anuncio de las medidas de la "nueva ofensiva económica"

El presidente venezolano, quien iba a informar este martes los "pasos ...

Barack Obama llega a Tokio

El presidente estadounidense arriba a la capital de Japón, donde permanecerá tres ...

Rubens Barbosa, provável chaceler de Aercio Neves, PSDB, defende fim do embargo de EUA a Cuba, pero

Provável chanceler de um eventual governo Aécio Neves, Rubens Barbosa defende, ...

Notícias: Brasil
Cuba e sua "Fábrica de Médicos" PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Sábado, 11 de Mayo de 2013 09:51

Mais que cana, mais que charutos. Parece que o maior produto de exportação de Cuba no Século XXI é o profissional de medicina. O Brasil anunciou que pretende importar 6 mil médicos, para áreas onde falta atendimento médico no país.

http://p2.trrsf.com.br/image/fget/cf/510/0/s1.trrsf.com/blogs/43/files/image/medicos_cubanos_venezuela.jpg
Independentemente da necessidade real dessa "importação", da ideologia que vem de brinde, das desconfianças e paranoias de quem acredita que os médicos cubanos são "espiões castristas" e outras bobagens do gênero, o que mais chama a atenção é a capacidade de formação de novos médicos em Cuba.

 
A filha do Che Guevara fala sobre o povo venezoelano "que não está totalmente preparado" para o chavismo PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Lunes, 06 de Mayo de 2013 12:46

A pediatra cubana Aleida Guevara March, filha mais velha do segundo casamento do guerrilheiro argentino Ernesto Che Guevara, considerou em entrevista à Agência Efe que a Venezuela não está “totalmente” preparada politicamente para avaliar as mudanças introduzidas pelo “chavismo”.
A pediatra cubana Aleida Guevara March, filha mais velha do segundo casamento do guerrilheiro argentino Ernesto Che Guevara.

Membro do Partido Comunista de Cuba, esta médica de 52 anos, que está de visita no Chile, prefere “não pôr na boca” de seu pai declarações que o guerrilheiro “não falou”, mas não hesita em falar em primeira pessoa sobre a situação política na Venezuela.

Última actualización el Lunes, 06 de Mayo de 2013 12:53
 
Cuba autorizará saída de dezenas de dissidentes políticos, diz opositor PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Sábado, 04 de Mayo de 2013 09:29

O governo de Cuba se prepara para autorizar a saída de “dezenas” de opositores políticos nas próximas semanas, afirmou nesta quarta-feira o presidente da Comissão Cubana de Direitos Humanos e Reconciliação Nacional (CCDHRN), Elizardo Sánchez.

Infolatam/EFE

O reconhecido opositor cubano, 68 anos, se encontra em Genebra para acompanhar a avaliação da situação dos direitos humanos em Cuba nas Nações Unidas, assim como uma delegação oficial de Havana.

Última actualización el Sábado, 04 de Mayo de 2013 09:42
 
Cuba: Novo Vice-presidente defende liberdade de imprensa PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Miércoles, 08 de Mayo de 2013 08:48

O vice-presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, se pronunciou a favor de uma maior liberdade de informação na Ilha, e defendeu um amplo debate sobre o tema, informou nesta segunda-feira a TV estatal.

AFP
“Hoje, com o desenvolvimento das tecnologias de informação, com o desenvolvimento das redes sociais e com o desenvolvimento da informática e da Internet, proibir algo é quase impossível, não tem sentido”, disse Díaz-Canel, vice do presidente Raúl Castro, durante seminário sobre Educação realizado neste final de semana.

 
Cuba finalmente cogita aceitar visitas da ONU e da Cruz Vermelha PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Domingo, 05 de Mayo de 2013 10:42

Cuba disse nesta sexta-feira que cogita permitir que investigadores de direitos humanos da ONU examinem denúncias de tortura e repressão, e autorizar visitas da Cruz Vermelha às suas prisões, após um hiato de quase 25 anos.

Dissidentes dizem que as forças de segurança do regime comunista cubano detêm opositores por períodos curtos, e que alguns deles são maltratados. As autoridades cubanas negam que haja tortura ou detenções arbitrárias na ilha.

Última actualización el Domingo, 05 de Mayo de 2013 10:51
 
«InicioPrev12345678910PróximoFin»

Página 10 de 422