La cubanización de la solución de la crisis venzolana: Cuba cooperará pero pone sus condiciones

El ministro de Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez, expresó a su homóloga de Canadá, ...

Cristina Kirchner sorprende y se lanza como candidata, pero de viceporesidenta, con Alberto Fernánde

Cristina Kirchner anunció este sábado a través de un video que se ...

Noruega confirma su papel como mediador en la crisis de Venezuela

El gobierno de Noruega ratificó este viernes su disposición a seguir apoyando ...

Tensión con Irán El portaaviones de Estados Unidos en el Golfo despierta recuerdos dolorosos en Ira

"¿Habrá guerra?". En plena escalada de la tensión entre Teherán y Washington, ...

BOLSONARO DIVULGA TEXTO GRAVE EM QUE INSINUA RENÚNCIA OU GOLPE

Jair Bolsonaro distribuiu na manhã desta sexta-feira em grupos de WhatsApp um ...

Notícias: Brasil
BOLSONARO DIVULGA TEXTO GRAVE EM QUE INSINUA RENÚNCIA OU GOLPE PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Sábado, 18 de Mayo de 2019 10:21

Jair Bolsonaro distribuiu na manhã desta sexta-feira em grupos de WhatsApp um texto que em tudo lembra a retórica de Jânio Quadros e insinua as hipóteses de um golpe de Estado para implantar um Estado policial ou a renúncia. O texto, que ele diz ser de "autor desconhecido", usa a expressão "corporações" sem nomeá-las, quase num sinônimo das "forças ocultas" a que se referia Jânio Quadros, para falar das supostas dificuldade de Bolsonaro para governar.

Carolina Antunes/PR

Termina com uma expressão típica do mercado financeiro, "Sell" (vendam), como a dizer que o governo acabou. Para introduzir o texto nos grupos, Bolsonaro escreveu: "Um texto no mínimo interessante. Para quem se preocupa em se antecipar aos fatos sua leitura é obrigatória. Em Juiz de Fora (06/set/2018), tive um sentimento e avisei meus seguranças: 'Essa é a última vez que me exporei junto ao povo. O Sistema vai me matar'. Com o texto abaixo cada um de vocês pode tirar suas próprias conclusões."

 
Palocci bota boca no trombão e acussa Lula e o PT PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Jueves, 07 de Septiembre de 2017 13:11

Devastador o depoimento prestado ontem ao juiz Sérgio Moro pelo ex-ministro Antonio Palocci. Devastador para o PT, devastador para para as pretensões eleitorais do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2018 e devastador para quem ainda insiste em defender o indefensável.

Resultado de imagen para antonio Palocci lula da silva
Palocci é o primeiro (e mais graduado) cacique petista a romper a "omertà", o pacto de silêncio mafioso que protege Lula e tenta incensá-lo como vítima da Justiça. Ao contrário de petistas como o ex-tesoureiro João Vaccari ou o ex-ministro José Dirceu, Palocci resolveu negociar um acordo de delação premiada. Por isso, decidiu falar.

 
Chanel leva luxo a Cuba em desfile histórico que exclui os próprios cubanos PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Viernes, 06 de Mayo de 2016 11:44

a

Última actualización el Viernes, 06 de Mayo de 2016 11:55
 
HISTORIA DA NAÇÃO CUBANA: HUBER MATOS, COMANDANTE CUBANO PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Sábado, 03 de Agosto de 2013 15:48

Depois do trunfo de Fidel Castro em Cuba, o Partido Comunista por ele criado re-escreveu a Histotia da Ilha, detuprando fatos e hierarquizando o papel dos comunistas nos acotecimentos cubanos, coisa que na realidade nunca aconteceu.

Camilo Cienfuegos, Fidel Castro y Huber Matos entram en Havana em 1959

O Comandante Cubano Huber Matos, uns dos poucos chefes rebeldes de Sierra Maestra, escreve nestas páginas a verdadeira Historia de Cuba, onde destaca a força e o espíritu dos cubanos da época anterior à imposição comunista em Cuba, feita por Castro baseado na mentira de dizer, ao início da revolução, que "ele não era comunista". Na continuação a verdadeira Historia da Nação Cubana.

Última actualización el Sábado, 02 de Enero de 2016 13:07
 
Almagro responde acusações de Cuba e diz que não ouviu críticas (da ilha) a Trump PDF Imprimir E-mail
Escrito por Indicado en la materia   
Viernes, 24 de Febrero de 2017 14:25

Washington, 23 fev (EFE).- O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, disse nesta quinta-feira que não ouviu críticas dos governos de Cuba e da Venezuela em relação ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Resultado de imagem para luis almagro rosa maria paya

"Não escutei eles criticando Trump. E, sejamos sinceros, a OEA leva uma vantagem bastante grande nesse sentido", afirmou Almagro hoje, em Washington, em entrevista à Agência Efe. As declarações foram uma resposta do ex-chanceler uruguaio a Cuba, que acusou a OEA de manter um "silêncio cúmplice" enquanto "se expandem no hemisfério ideias isolacionistas e protecionistas, de deterioração ambiental, de discriminação religiosa e racial, de insegurança e a repressão brutal".

 
«InicioPrev12345678910PróximoFin»

Página 1 de 763